Tratamento de Canal

A Endodontia é a especialidade na odontologia responsável pelo tratamento de lesões e doenças na polpa e na raiz do dente. O tratamento de canal, nada mais é do que a remoção do nervo do dente. A estrutura dental continua a mesma, porém sem sensibilidade.

Utilizamos técnicas avançadas, o que torna o tratamento rápido e indolor.

Como é feito o tratamento

O tratamento de canal dentário começa com a remoção da polpa (tecido que se encontra na parte interna do dente), esterilização e preenchimento com material restaurador.

O primeiro passo desse procedimento envolve a abertura do dente e a remoção da parte infeccionada.

Em seguida, o espaço da polpa é expandido e modelado para recebimento do material restaurador, em alguns casos, é utilizada uma restauração temporária para proteção do dente quando for necessário mais de uma visita a nossa clínica.

O tratamento de canal é finalizado com o preenchimento permanente da cavidade da polpa e dos canais do dente, para dar o acabamento, pode ser necessário a colocação de coroas para dar uma aparência natural ao dente.

Passo a passo de como é o tratamento de canal aqui Clínica Dra. Caroline Bittencourt

1º – Anestesia Aplicação da anestesia.

Esse é o único momento em que o paciente pode sentir algum desconforto.

2º Diagnóstico do comprometimento pulpar

Logo que a anestesia estiver fazendo efeito vamos avaliar o comprometimento do seu dente. Isso é feito visualmente, com o uso do espelhinho de aumento.

3º Acesso à raiz

Nessa etapa, vamos acessar a raiz do seu dente e para isso, é utilizada uma broca odontológica, para abrir o dente mas não se preocupe: você não sentirá nada, apenas uma pequena pressão.

4º Canal Dentário Remoção do tecido infectado

Agora, é hora de fazer a remoção da parte afetada do dente. São usadas várias ferramentas nesse momento, com o objetivo de “raspar” a parede dentária, eliminando qualquer foco de infecção.

5º Limpeza da área Afetada

O próximo passo é a limpeza da região, nesse passo vamos irrigar a área, fazendo eliminando todas as bactérias do interior do dente afetado.

6º Restauração do Dente

Depois, é hora de fazer a obturação, ou seja o preenchimento da área que ficou vazia com um material, que tem o objetivo de evitar que o dente seja contaminado posteriormente. Esse procedimento “tampa” o dente e libera o paciente para casa.

Reestruturação Dentária

A última fase só é terminada um tempo depois, com a colocação de uma coroa. Ela será a “tampa” do dente, caracterizada por ser uma prótese parcial, ou seja: não substituirá toda a estrutura dentária, mas uma pequena porção dela.

A coroa pode ser feita em vários materiais. Mas o ideal é conversar sobre todos esses passos com o seu dentista antes mesmo de o procedimento acontecer. Discuta também sobre a possibilidade da realização de uma coroa e já comece a se programar.

Quais cuidados devem ser realizados após o tratamento?

Embora seja um procedimento comum nas clínicas odontológicas, o canal dentário é um procedimento cirúrgico, então, exige alguns cuidados para que o tratamento seja um sucesso e o dente fique recuperado. Veja os principais!

Evite alimentos duros e dê “repouso” ao dente
Não mastigue alimentos duros na região em que foi feito o tratamento de canal dentário, sobretudo nas primeiras semanas após o tratamento.

Deixe o dente tratado em repouso, porque é muito importante para evitar fraturas ou mesmo não expor as restaurações provisórias que são utilizadas em alguns casos. Esse é um cuidado simples e que pode fazer toda a diferença no pós-operatório e no bem-estar do paciente.

Cuide da sua higiene bucal normalmente

Alguns pacientes ficam com medo de passar a escova de dente na região ou usar o fio dental. Esses cuidados são mantidos, mas só devem ser realizados com suavidade na região tratada.

Isso é importante para evitar o surgimento de infecções ou cáries capazes de retardar o fortalecimento do seu dente. Dessa forma, mesmo após o tratamento de canal dentário, você deve manter o cuidado com a higiene.

Utilize a medicação prescrita pelo seu dentista

Em algumas situações, o seu dentista pode indicar o uso de analgésicos e anti-inflamatórios após o tratamento do canal dentário. Eles são importantes aliados nos casos em que surgem incômodos ou dores até a conclusão do tratamento.

Faça o controle do seu tratamento de canal

Como mencionamos, visitas regulares ao dentista são sempre recomendadas para que ele possa acompanhar a evolução de seu tratamento, dos sinais da lesão ou se há outros problemas clínicos que devem ser tratados.

Sendo assim, se você já realizou um canal dentário e quer marcar uma consulta de acompanhamento ou se suspeita da necessidade do tratamento, não deixe de buscar um profissional qualificado que poderá dar uma orientação adequada.